Aguarde, carregando...

Notícia

SBO celebra 60 anos de uma a história rica na Ortodontia.

A Sociedade Brasileira de Ortodontia nasceu sob o ideal de promover o apoio e congregar seus especialistas. Passadas seis décadas, os objetivos da instituição de garantir o aperfeiçoamento da área no Brasil solidificaram-se. História rica em realizações, a SBO faz uma reflexão e prepara-se para o futuro. Essas e outras informações foram destacadas nesta entrevista com o presidente da Sociedade, Marco Antônio Schroeder.

Autor: CRO RJ
Data: 01/11/2015

1- Como o senhor avalia a participação da SBO na história da Ortodontia do país?
Marco Antônio Schroeder – O ano de 2015 é muito significativo para a especialidade no Brasil, pois estamos comemorando os 60 anos de fundação da Sociedade Brasileira de Ortodontia (SBO). Foi no dia 18 de agosto de 1955, na cidade do Rio de Janeiro, que um pequeno grupo de profissionais idealistas criou a primeira entidade do País com o objetivode congregar os especialistas seguidores da técnica de Angle. Naquela época, a difusão de informações era lenta e escassa e a atualização dos ortodontistas se dava quase que exclusivamente através de cursos, palestras e congressos. Este era um dos principais e sólidos objetivos da SBO: permitir o aperfeiçoamento da ortodontia no Brasil. Por vários anos,a entidade foi a única associação do gênero existente no país, contribuindo de maneira ímpar para o desenvolvimento da ortodontia brasileira. Durante a sua existência, promoveu mais de 300 atividades científicas, contando com a presença de inúmeros profissionais de renome nacional e internacional, permitindo-nos acompanhar de perto o extraordinário desenvolvimento técnico e científico da ortodontia nas últimas décadas. Tudo começou em 1956, com o curso do professor Thomas Graber intitulado “A análise cefalométrica de Downs” e nunca mais paramos. A história completa pode ser encontrada no site (http://sbo.org.br/quemSomos).

 

2- O que representa presidir a Sociedade Brasileira de Ortodontia nesta data importante?
Marco Antônio Schroeder – Fico muito feliz em poder estar participando ativamente deste momento importante da Sociedade. Prestamos nossa homenagem aos profissionais que estiveram à frente da Sociedade Brasileira de Ortodontia e que, com muita competência e dedicação, mantiveram o seu compromisso com uma ortodontia de qualidade. Sou membro efetivo desde 2001; em 2007 fui convidado para participar da Diretoria. Exerci as funções de tesoureiro, diretor científico, vice-presidente e agora estou na segunda gestão como presidente. Nesses últimos oito anos, presenciei a reestruturação pela qual a Sociedade passou. Dobramos o número de associados, temos canais ativos de comunicação e desenvolvemos atividades exclusivas para o nosso sócio. Os eventos abertos ao público promovidos pela entidade são muito procurados e o Ortopremium 2014 teve as inscrições encerradas um mês antes do evento. Diante de tudo isso, estou muito otimista com o trabalho que vem sendo desenvolvido na SBO e com o sucesso do Orto Premium 2016.

 

3- A instituição está preparando algum evento(científico ou não) para celebrar a data?
Marco Antônio Schroeder – Para festejar esse momento ímpar para a SBO, a diretoria do biênio 2015/2016 composta por Ricardo Martins Machado, Humberto Iglesias Diniz, Gláucio Serra Guimarães, Maria Elisa Rodrigues Coimbra e Klaus Barreto Batista, preparou uma série de eventos comemorativos,sendo o principal o Ortopremium 2016, que se realizará em junho do ano que vem, na cidade do Rio de Janeiro, no Hotel Windsor. Serão três dias de evento com palestrantes renomados, um simpósio multidisciplinar de estética, fórum científico com premiação, cursos pré congresso (hands-on), apresentação da mesa clínica do Board Brasileiro de Ortodontia e os credenciamentos nos sistemas de alinhadores estéticos. A programação completa e as inscrições podem ser feitas diretamente no site www.sbo.org.br/ortopremium-2016

 

4- A participação associativa notadamente é fator relevante para fortalecimento das classes. Como isso acontece em relação aos ortodontistas inscritos na SBO?

Marco Antônio Schroeder – A SBO trabalha por uma Ortodontia mais unida, mais ética e mais compromissada com a excelência no atendimento aos pacientes. Buscamos uma profissão capaz de dar uma vida digna aos profissionais, em um mercado cada vez mais competitivo e mercantilizado. Acredito muito nas atividades associativas na luta por objetivos comuns. Um exemplo disso foi a participação da SBO na III Assembléia Nacional de Especialidades Odontológicas (ANEO) promovida pelo CFO nos dias 13 e 14 de Outubro em São Paulo, onde tive a oportunidade de me posicionar pela manutenção das 2000 horas como carga horária mínima para a formação de um Ortodontista. Além dessas ações em prol da especialidade, a SBO oferece aos associados descontos nos cursos, fazer parte da lista de sócios especialistas divulgada pelo site da SBO, participar gratuitamente do programa de palestras e discussões de casos, exclusivo para sócios, onde professores convidados interagem com grupos de apenas 12 participantes na própria sede da SBO, poder candidatar-se ao exame de excelência clínica do BBO (Board Brasileiro de Ortodontia e Ortopedia Facial), poder se filiar a WFO (World Federation of Orthodontics) e obter descontos significativos em congressos internacionais de ortodontia.

 

5- Em extensão à pergunta anterior, como o senhor analisa o trabalho desenvolvido pelo CRO-RJ no intuito de fortalecimento da classe de forma geral?
Marco Antônio Schroeder – O CRO-RJ vem cumprindo de forma exemplar suas atribuições e hoje tem uma organização que permite uma resposta rápida às necessidades da classe.

 

6- Quais os paradigmas atuais enfrentados pelos especialistas de sua área?

Marco Antônio Schroeder – Como toda a área da saúde, a Ortodontia foi impactada pela tecnologia. Isto trouxe várias novas ferramentas para o diagnóstico e execução do tratamento ortodôntico.
Os exames de imagem por tomografia,os protótipos, a estereolitografia, os softwares que auxiliam no planejamento dos casos, são exemplos de mudanças positivas para beneficio dos ortodontistas e de seus pacientes. Cabe aos especialistas na nossa área manterem-se atualizados e aproveitarem estes recursos.

 

7 - A Ortodontia é uma das especialidades mais escolhidas pelos cirurgiões-dentistas que buscam uma especialização. Qual a sua análise do mercado de trabalho que estes profissionais encontram atualmente
Marco Antônio Schroeder – O grande número de cursos de especialização com carga horária insuficiente para uma boa formação de um especialista em Ortodontia despejou no mercado um número excessivo de profissionais reduzindo drasticamente os honorários. Os recém-formados encontram um mercado muito disputado, mas eu acredito que eles podem superar esses obstáculos se estiverem bem formados e oferecerem um trabalho diferenciado.

 

8 - Quais os próximos desafios e perspectivas para a Ortodontia? 
Marco Antônio Schroeder – Acho que o grande desafio é a valorização da especialidade e de seus profissionais. Esse é um desafio comum a todas as especialidades da área odontológica. As perspectivas serão boas se houver uma melhora na qualidade da educação de uma forma geral.